Rua Leonir João De Noni, Cocal do Sul - SC

Como aproveitar a garrafa PET em seu jardim

Created with Sketch.

O polietileno tereftalato, mais conhecido pela sigla “PET”, foi descoberto há praticamente 80 anos. Como se trata de um plástico versátil, maleável e muito resistente, o PET pode ser facilmente transformado em todo o tipo de recipientes e tem baixo custo de produção. Por isso, ele praticamente substituiu o vidro no acondicionamento de bebidas como o refrigerante e hoje, em nível global, são produzidas cerca de 500 bilhões de unidades de garrafas PET.

Esse uso disseminado coloca alguns desafios para a sociedade, principalmente em termos ambientais. Sendo um dos filmes termoplásticos mais resistentes, o PET é um material pode permanecer na natureza por até 800 anos! Por isso, a sua reciclagem é essencial. A boa notícia é que o descarte consciente pode reduzir drasticamente o problema da poluição e as embalagens PET são 100% reaproveitáveis.

A prática de reciclar garrafas de PET começou em 1977. No início da década de 1980, os Estados Unidos e o Canadá iniciaram a coleta dessas garrafas para reutilizá-las na produção de enchimento de almofadas. No Brasil, de acordo com o 11.º Censo da Reciclagem do PET, em 2019 foram recicladas 55% dessas embalagens. Esse volume equivale a 311 mil toneladas do produto – um crescimento de 12% em relação a 2018.

Você também pode ajudar a fazer com que essa percentagem continue a crescer! No post de hoje, mostramos ideias de como aproveitar uma garrafa PET no seu jardim. Você não precisará de muitos materiais extras e os custos são mínimos. Continue a leitura e inspire-se!

 

Vasos para plantas

As garrafas PET dão excelentes vasos de plantas a custo zero – e diversas espécies se adaptam bem a esse tipo de recipiente.

Para fabricar um vaso desse material, veja o passo a passo a seguir:

1) O primeiro passo é sempre lavar bem a garrafa para remover possíveis resíduos de bebida e deixar secar bem.

2) Depois, com uma tesoura afiada, destaque o fundo do restante do corpo da garrafa.

3) Com um prego quente e um alicate, faça pequenos furinhos na parte de baixo para escoar a água da rega.

4) Coloque a terra e depois plante a muda que você desejar. Prontinho!

O comprimento do vaso dependerá das características da planta. Por exemplo, se se tratar de uma planta com raízes longas, o ideal é deixar o vaso mais comprido, mas se você quiser plantar suculentas, que têm raízes curtas com tecidos capazes de armazenar água em grandes quantidades, pode cortar o plástico mais rente ao fundo.

 

blank

 
 
 
 
 
 
 
Fonte: G1 Terra da Gente
blank

 

 
 
 
Fonte: G1 Terra da Gente

 

Com um náilon flexível (ou com um simples cadarço de tênis), você pode também criar um sistema de irrigação que manterá as plantas irrigadas por até três semanas! Veja o passo a passo:

 1) Com uma tesoura afiada, corte uma garrafa PET ao meio – essa será a parte externa do nosso vaso.

2) Corte uma outra garrafa em uma altura um pouco menor– essa será a parte interna.

3) Com a tesoura, faça dois pequenos furos na base da garrafa interna.

4) Passe o cordão de náilon (ou o cadarço) nesses dois furos.

5) Plante a muda na garrafa interna. Aperte bem a terra para moldá-la ao vaso e mantê-la em contato com o cordão de náilon.

6) Encha a garrafa externa com água até a metade e, por fim, posicione a garrafa com a planta dentro da garrafa com água. Pronto!

Você pode ainda dar asas à imaginação e decorar o seu vaso de garrafa PET como desejar. Inspire-se em algumas ideias que selecionamos a seguir.

blank

 
 
 
 
 
Fonte: Pinterest

blank

 
 
 
 
 
 
 
Fonte: Pinterest

blank

 
 
 
 
 
Fonte: Pinterest

blank

 
 
 
 
Fonte: Pinterest

 

Jardim vertical

Quer ter um jardim vertical em casa, pesquisou preços e achou as opções caras? Uma solução barata e sustentável é usar garrafas PET!

Veja o passo a passo:

1) Corte uma espécie de janela na garrafa PET – a distância entre a parte debaixo da garrafa e a abertura pode ser de três dedos; na parte de cima, pode ser contado um palmo até o corte.

2) Faça dois furos na região próxima às aberturas, superior e inferior para passar o fio que permitirá prender as garrafas.

3) Fure também o fundo da garrafa para a saída de água.

4) Passe o barbante pelos furos e dê um nó na altura em que a garrafa deverá ficar. Pronto! Agora basta plantar as mudas e depois pendurar as garrafas.

 

blank
Fonte: Ibirapuera

 

Plásticos São Pedro: qualidade e descarte sustentável

A Plásticos São Pedro está há 11 aos no mercado de embalagens destinadas ao setor de água mineral. Com uma produção altamente tecnológica e versátil, nossos vasilhames atendem aos mais altos padrões de qualidade e estão certificados pelos órgãos regulamentadores.

A preocupação com o meio ambiente é um dos nossos valores.  Por isso, matemos uma parceria com todos os clientes atendidos, fazendo a coleta das embalagens de 10 e 20 litros com mais de três anos. Tais embalagens são encaminhadas para empresas de reciclagem, evitando o descarte no meio ambiente e contribuindo para a redução da poluição.

Desse modo, você pode se certificar de que os nossos vasilhames proporcionam sempre o melhor acondicionamento para a água do seu consumidor. Deseja saber mais? Entre em contato conosco, clicando aqui.

Por hoje, é tudo, mas para ficar por dentro das próximas novidades da São Pedro – seja em produto, qualidade ou inovação –, siga a nossa página no Facebook.

 

Até o próximo post!

 

Plásticos São Pedro

 

Whatsapp Plásticos São Pedro